Neste blog você irá encontrar sugestões de atividades, atividades já realizadas, informações sobre o Ensino Religioso no estado do Paraná e principalmente em Curitiba. Trabalhar com a diversidade religiosa em sala de aula é algo extremamente rico pois, é na diversidade que aprendemos a respeitar o outro.


15 de novembro de 2012

ARTE E ESPIRITUALIDADE XVII

            O encontro Arte e Espiritualidade XVII, no dia 14/11/2012 explorou a música e a espiritualidade. Como podemos no Ensino Religioso ver a música e qual é a sua contribiução nas diferentes Tradições Religiosas.            
               
            A música faz parte do processo evolutivo da humanidade, sendo aprimorada, recriada e reinventada constantemente, de acordo com a mentalidade da época. No âmbito religioso a música possui uma estreita relação com a espiritualidade e faz parte dos rituais das diversas religiões. Por exemplo: os cantos que reverenciam Natureza nas danças sagradas indígenas ou xamânicas, os pontos cantados na Umbanda durante a gira, os mantras nas cerimônias do Hinduísmo e budismo, os salmos no serviço do coração da Tradição Judaico, o canto gregoriano nos rituais litúrgicos das Tradições Cristãs Ortodoxa e Católica, os textos corônicos no dia da prece coletiva no Islamismo, os hinos e coros de louvor durante o culto das Tradições Cristãs Evangélicas.

             O Ensino Religioso ao tratar da questão das diversas manifestações do sagrado também pode atentar para aquilo que se ouve no interior de um espaço sagrado, nos referimos aos símbolos sonoros produzidos por cada cultura religiosa".

             A vibração sonora da música religiosa tem o poder de elevar os pensamentos e sentimentos, inspirar, harmonizar, reeducar, pacificar, alegrar, serenar, amorizar, empolgar e até curar. Ela traz um conteúdo ou mensagem espiritual que permite a autorreflexão e a interiorização, alterando assim, no ser humano seu estado de espírito.

            Este encontro que foi belíssimo contou com a presença do pastor Elias Santos que contou um pouco sobre a tradição religiosa a que pertence e nos envolveu com o seu belo canto.
            Logo em seguida o presidente da  CEBRAS, - Conselho Mediúnico do Brasil, Dorival Simões trouxe uma bela apresentação da Casa da Mãe Cris, Ilê Asé Iba Omi Osun. A apresentação estilizada contou com a dança dos filhos de santos que representaram seus orixás: Iansã, Oxossi, Oxum, Ogum e Iemanjá.
Foi um encontro de muito aprendizado, saber que a música faz parte das tradições religiosas e que sem elas muitos dos rituais não aconteceriam faz com que nós professores de Ensino Religioso também lembremos disso quando trabalhamos em sala de aula. A música deve estar presente em nossas aulas também pois mostram o sagrado.




Fonte:Informativo da Assintec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário