Neste blog você irá encontrar sugestões de atividades, atividades já realizadas, informações sobre o Ensino Religioso no estado do Paraná e principalmente em Curitiba. Trabalhar com a diversidade religiosa em sala de aula é algo extremamente rico pois, é na diversidade que aprendemos a respeitar o outro.


1 de novembro de 2012

MISCIGENAÇÃO

Para iniciar o ano letivo de 2012 comecei as aulas de Ensino Religioso com a origem do povo brasileiro. Visto que somos um país de diversas culturas, precisamos saber de onde é nossa origem e como essa mistura se deu com o passar dos 500 anos.
Desenvolvi as seguintes atividades:
Num primeiro momento pedi para que cada aluno olhasse para o seu colega e então fiz os seguintes questionamentos:
→ O que meus amigos têm que se parece comigo?
→ E de diferente?
→ Eles possuem mais aspectos semelhantes ou diferentes?

Logo após essa conversa levei para os alunos o vídeo da música "Terra à vista"

Terra à vista!
Pindorama, Pindorama,
É o Brasil antes de Cabral!
Pindorama, Pindorama,
É tão longe de Portugal...
Fica além, muito além,
Do encontro do mar com o céu,
Fica além, muito além,
Dos domínios de Dom Manuel.

Vera Cruz, Vera Cruz,
Quem achou foi Portugal...
Vera Cruz, Vera Cruz,
Atrás do Monte Pascoal.
Bem ali, Cabral viu,
Dia 22 de abril.
Não só viu, descobriu,
Toda a terra do Brasil!
Conversamos sobre o vídeo e solicitei que  fizessem uma ilustração. Conversamos também sobre quais condições de navegação esses português vieram para cá. Apresentei o significado da palavra Pindorama: (em tupi-guarani pindó-rama ou pindó-retama, "terra/lugar/região das palmeiras") é uma designação pré-cabralina dada a regiões que mais tarde, formariam o Brasil. Por extensão de significado, é o nome indígena por excelência desse país sul-americano.
Logo depois, com essas duas informações, vimos a religiosidade do homem nativo e a do europeu. Contei para os alunos também a história de Jeremim, o príncipe  que veio da África.
Nesta história pudemos ver que o negro foi retirado de seu espaço para realizar trabalhos forçados em um lugar que ele nem conhecia.
Com esta vinda para o Brasil, sua contribuição foi muito significativa, a cultura, alimentação, vestuário e religião.  Ainda hoje é marcante o ritmo do samba e a religiosidade que nos tempos atuais tem muitos adeptos.
Fizemos a interpretação da música Brasis, do Seu Jorge com os alunos do 5° ano, eles puderam analisar o quanto o Brasil é diversificado e sua cultura o quanto é rica.
Para interpretarmos a música foram realizadas as seguintes perguntas:
1° O que a música fala do Brasil?
2° Tudo que aparece na música é igual ao Brasil em que vivemos?
3° Quais raças são citadas na música?
 


Num outro momento os alunos foram divididos em grupos onde cada um ficou com uma matriz religiosa e levaram para casa uma pesquisa onde deveriam anotar que contribuições os africanos, os portugueses e os indígenas deram para a nossa cultura e quais destas contribuições ainda fazem parte do nosso dia-a-dia.
Quando as pesquisas chegaram fizemos uma grande discussão e socialização do trabalho realizado.
Com os alunos do 1° ciclo: contei a eles a história de Ana Maria Machado. Menina bonita do laço de fita, onde após a contação tinham que refletir sobre:

Como é a sua família? Com quem você se parece? Quem são seus pais? E o pai de seus pais?
Após a reflexão, cada alunos levou para casa a ilustração da árvore genealógica para preencher com os seus familiares e no retorno para a sala de aula puderam expôr para os colegas.
Para concluir os alunos do 1° ciclo preencheram o mapa de Curitiba para o 1° ano, do Paraná para o 2° ano e do Brasil para o 3° ano com muitos e muitos rostos. Para mostrar como o nosso país é extremamente rico em sua diversidade cultural e religiosa.


O 2° ciclo completou a seguinte frase:  Brasil é um mosaico em construção....
 
 

 

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário