Neste blog você irá encontrar sugestões de atividades, atividades já realizadas, informações sobre o Ensino Religioso no estado do Paraná e principalmente em Curitiba. Trabalhar com a diversidade religiosa em sala de aula é algo extremamente rico pois, é na diversidade que aprendemos a respeitar o outro.


15 de dezembro de 2012

ARTIGO 33 - LDB

Confira como ficou a Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional em relação a proponente curricular, Ensino Religioso.

Art. 33. O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo. (Redação dada pela Lei nº 9.475, de 22.7.1997)
§ 1º Os sistemas de ensino regulamentarão os procedimentos para a definição dos conteúdos do ensino religioso e estabelecerão as normas para a habilitação e admissão dos professores.
§ 2º Os sistemas de ensino ouvirão entidade civil, constituída pelas diferentes denominações religiosas, para a definição dos conteúdos do ensino religioso."
Art. 34. A jornada escolar no ensino fundamental incluirá pelo menos quatro horas de trabalho efetivo em sala de aula, sendo progressivamente ampliado o período de permanência na escola.
§ 1º São ressalvados os casos do ensino noturno e das formas alternativas de organização autorizadas nesta Lei.
§ 2º O ensino fundamental será ministrado progressivamente em tempo integral, a critério dos sistemas de ensino.


             A disciplina do Ensino religioso é importante pois, ela é uma disciplina que pode contribuir para formação moral dos alunos. Numa época em que os valores e virtudes estão cada vez mais desaparecendo, o ensino religioso pode reavivar a fé, o amor e a caridade entre as pessoas.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm

7 comentários:

  1. Parabéns o homem está em conflito com ele mesmo, precisa estar sendo preparado pela escola e por aqueles que se preocupam com o caráter himano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, a intenção do Blog é realmente esta, fazer com que a escola trabalhe as questões de conhecimento religioso para que nossos alunos possam respeitar quem tem ou não uma crença religiosa. Preparar o cidadão para o amanhã não se dá somente de forma matemática, escrita e sim em sua totalidade como ser humano.

      Excluir
  2. Muito bom e de um ótimo aproveitamento

    ResponderExcluir
  3. Acho imprescindível o ensino religioso nos dias atuais uma vez que os valores a cada dia se distanciam mais dos grupos sociais onde a alienação prevalece entre jovens que se deixam influenciar pelo mundo das imitações.

    ResponderExcluir
  4. Desde que não tenha ressaltando o "proselitismo" pela religião tradicional é muito importante porém conflituosa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, devemos pensar o Ensino Religioso como a legislação prevê e de acordo com o Currículo, planos de Ensino e critérios de aprendizagem. Os profissionais do estado do Paraná e posso dizer por mim priorizo, sigo e atendo as necessidades da minha mantenedora em relação a ministrar aulas atendendo o artigo 33 da LDB 9394/96.

      Ver currículo de Ensino Religioso.
      http://ensinoreligiosoemsala.blogspot.com.br/2016/12/novo-curriculo-de-ensino-religioso-de.html

      Excluir