Neste blog você irá encontrar sugestões de atividades, atividades já realizadas, informações sobre o Ensino Religioso no estado do Paraná e principalmente em Curitiba. Trabalhar com a diversidade religiosa em sala de aula é algo extremamente rico pois, é na diversidade que aprendemos a respeitar o outro.


29 de julho de 2014

A CRIANÇA NO JUDAÍSMO 1º AO 3º ANO

Neste 1°  trimestre me propus a trabalhar com um tema de fundo para atingir os objetivos do componente curricular. Os temas foram: a CRIANÇA e a MULHER.
Para iniciar fiz muitas pesquisas e muitas leitura para encontrar o material, que seria transformado em encaminhamento pedagógico, após conversar com o rabino Pablo da Sinagoga de Curitiba, Beit Yaacov;

O trabalho iniciou assim:

1ª aula: iniciamos com o vídeo sobre o nascimento de Moisés: 




Conversamos sobre o que aconteceu com o bebezinho e que para o Judaísmo ele foi muito importante. conversamos sobre o significado do nome que foi dado pela esposa do faraó.

2ª Cada criança recebeu o nome Moisés para pintar com o contorno de um bebê:


Após a pintura copiaram no caderno o significado do nome de Moisés e fizeram uma ilustração de fundo baseado no filme que assistiram.




Para casa cada aluno levou como tarefa:





3ª aula: Os alunos contaram como foi a escolha do seu nome e o significado se assim houvesse:

Para as turmas de 3° ano a atividade com relação ao trecho do filme de Moisés foi a seguinte, cada alunos ganhou um cesto, um bebê e uma mulher e baseado no filme teriam que utilizar a criatividade e montar uma cena,






4ª aula: Para mostrar que as crianças judias também seguem a tradição religiosa, mostrei para os alunos as Mitzvot, ou seja, os mandamentos:

Os 613 mandamentos ou 613 mitzvot (do hebraico ou Tarvaq mitzvot sendo TaRYaG um acrônimo do valor numérico "613") é o nome dado ao conjunto de todos os mandamentos que de acordo com o judaísmo, constam na Torá ( os cinco livros de Moisés). De uma forma geral, a expressão " A Lei de Moisés"

http://pt.wikipedia.org/wiki/613_mandamentos

Essas são as Mitzvot hebraicas, para conhecê-las clique no link abaixo:

http://conhecerojudaismo.blogspot.com.br/p/kasherut.html#.U9eu8PldWKU

Apresentei algumas das quais foram coladas nos cadernos e ilustradas na escola e em casa.







Falei sobre as Mitzvot negativas também, sobre o que um judeu não pode em hipótese nenhuma fazer. O 3ª ano realizou ilustrações destas Mitzvot.

Como iria iniciar falando de crianças, partindo do bebê Moisés e do nome que eles receberam quando nasceram, lembrando que os nomes são escolhidos pelos pais quando todos são bebês, apresentei o seguinte cartaz: onde continha os símbolos, texto, praticantes envolvidos com crianças. Pesquisei como se dá a iniciação da criança nesta tradição e descobri os seguinte rito.



Para o menino a apresentação se dá a partir do Brit Milá

Texto para a professora:

Brit milá (em hebraico: ברית מילה, literalmente "aliança da circuncisão"), também chamado de bris milá (na pronúncia asquenazi) é o nome dado à cerimônia religiosa dentro do judaísmo na qual o prepúcio dos recém-nascidos é cortado ao oitavo diacomo símbolo da aliança entre Deus e o povo de Israel.Também é nesta cerimônia que o menino recebe seu nome. Costuma-se realizar o brit em um café da manhã festivo.






Texto para a professora:

Zeved habat ( em hebraico זבד הבּת ) ou Simchat bat são os termos que designam a cerimõnia de recebimento do nome das meninas judias ,sendo paralela ao ritual de brit milá para meninos , mas sem a brit milá por questões obvias.





Na cerimônia durante a apresentação da criança o Rabino que é designado para este rito faz apresentação da criança com a seguinte frase, que foi colocada no caderno dos alunos para que pudessem ilustrar.


Esta ilustração foi a finalização das atividades, sobre a criança na tradição judaica.



Nenhum comentário:

Postar um comentário