Neste blog você irá encontrar sugestões de atividades, atividades já realizadas, informações sobre o Ensino Religioso no estado do Paraná e principalmente em Curitiba. Trabalhar com a diversidade religiosa em sala de aula é algo extremamente rico pois, é na diversidade que aprendemos a respeitar o outro.


26 de janeiro de 2016

ANIMAIS SAGRADOS - O GATO


 Em certas culturas alguns animais são considerados sagrados, dentre eles o gato.
Os gatos no Antigo Egito tinham um significado muito importante sendo idolatrados como Deuses. Reza a lenda que essa adoração surgiu quando perceberam que os gatos ajudavam a combater um de seus piores inimigos, os ratos que infestavam a região destruindo as colheitas de grãos e cereais, além de espalharem doenças.
A deusa egípcia BASTET era representada como uma mulher com cabeça de gato. Cultuada por volta de 3.000 AC, era considerada uma divindade solar e a deusa da fertilidade, protetora das mulheres grávidas, também representava o prazer, a música e o amor.

Entre os egípcios, quem matasse um gato era condenado à morte. E os felinos tinham os mesmos rituais fúnebres dos egípcios, eram embalsamados e sepultados, e seus donos costumavam raspar as sobrancelhas em sinal de luto.
Tamanha adoração custou uma derrota ao Império Egípcio. Em 600 AC, o Comandante Persa Cambises II soube que seus inimigos veneravam tanto tais felinos que ordenou seu exército a atacar o Egito usando uma tática inusitada, gatos foram colocados à frente de suas tropas como escudo, e os egípcios não ofereceram resistência.

O Olhar Felino
As mulheres egípcias viam os gatos como símbolos de beleza, pintavam seus olhos tentando imitar o contorno perfeito do seu olhar. Já os Faraós pintavam seus olhos para obterem a poderosa influência exercida pelo olhar do gato de dominar a mente, inclusive até de matar.
Mas será que isto é apenas uma lenda ou há algum fundo de verdade?
Sabemos que os olhos transmitem informações através de suas vias neurais, capazes de detectar a luz e suas mudanças que as transformam em impulsos elétricos que chegam ao cérebro.
O olho direito é sensível às cores claras e o esquerdo às cores escuras. Eles cruzam essas informações que são processadas e armazenadas no cérebro, principalmente aquilo que é “invisível” a nossa percepção normal (através das células bastonetes, que mandam informações para o inconsciente). Assim os olhos têm a capacidade de permitir que vejamos o mundo visível e o invisível a nossa volta.
Os olhos também emitem uma poderosa “magia”, onde é possível se fazer entendido sem mesmo dizer uma única palavra, conseguindo influenciar, contagiar, cativar, convencer ou comandar mentalmente pessoas ou animais. Seja um olhar de gato ou não, eles são capazes de exercer sim uma influência, segundo pesquisadores da Universidade de New Castle no Reino Unido.
Mas como desenvolver tal capacidade?
BASTET representava os poderes benéficos do Sol. Os egípcios, assim como outras culturas antigas como Maias e Incas, adoravam o Sol. Então haveria uma ligação entre o Sol e os olhos?
 Segundo a Medicina Chinesa, a luz do Sol no amanhecer e no entardecer tem um comprimento de onda maior (por isso nossa sombra é maior) que quando observado pelos nossos olhos, promove uma vaso-dilatação em determinadas áreas do cérebro alterando a química cerebral. Estas alterações estimulam certas glândulas desenvolvendo assim a capacidade de “enxergarmos o invisível”, na verdade passamos a “ver” uma freqüência de luz que os nossos cinco sentidos normais não conseguem captar, sentido nato em certos animais, dando também a capacidade de enxergar no “escuro” (pupilas nas verticais), como o gato.
Seu olhar é de um felino, envolvente e contagiante ou é um olhar submisso?

As Sete Vidas

Outra lenda ligada aos gatos é o fato de possuírem sete vidas. Esta questão está associada ao seu campo vibratório perfeito, ou seja, o gato é o animal que mais neutraliza o negativo, se colocarmos numa escala, neutralizaria 100%, daí a questão das sete vidas.
Ele recicla a própria vibração neutralizando qualquer freqüência negativa. A morte é uma freqüência negativa, e atraímos o que vibramos.
O Gato também é o único animal que, como o ser humano, tem sete camadas da aura e mais do que isso, são duplas. Isso faz com que ele tenha oito sentidos, três a mais do que o normal, que são cinco. Isso é percebido pela sua independência e, podemos dizer sua terceira visão. Quem nunca prestou a atenção em um gato acompanhando o olhar para algo que não conseguimos ver? É comum os gatos perceberem outras presenças nos ambientes.
Mas o que é Aura?
Nosso corpo através do movimento celular constante apresenta um tipo de micro-vibração (campo eletromagnético) que irradia de uma forma muito sutil um tipo de luminosidade, uma luz que envolve qualquer ser vivo. Essa luminosidade varia de espessura de acordo com o estado emocional ou evolutivo de cada um.
A Aura contorna o nosso corpo, e através de sua visualização podemos obter muitas informações, tais como personalidade, grau evolutivo e estágio de vida. Quanto mais evoluída for uma pessoa, mais camada da aura vai “ganhando”.
Por isso os Gatos são tão especiais!

Você Sabia?
=> O Gato Preto recicla a energia negativa instantaneamente contrariando assim a tradição errônea de que “Gato preto dá azar”. Basta segurar um Gato todo preto ou todo branco no plexo solar (boca do estômago) por 3 segundos e ele absorverá toda a energia negativa neutralizando-a.


=> Se um gato dorme na sua cama, cuidado: Gatos gostam de dormir em locais de vertente subterrânea de água, falhas geológicas, radiações telúricas. Comprovado pela Geobiologia e pela Radiestesia, estes locais afetam a saúde das pessoas, provocando doenças e depressão entre outras. Assim o gato pode ser uma forma de nos prevenir destes pontos.


=> O Gato é o único animal da Terra que emite um som vibratório, o “ronronar” quando está em harmonia. Neste momento ele está sintonizando seu campo com o da pessoa ou neutralizando seu próprio campo negativo, por isso é aconselhável pegar um gato no colo pelo menos uma vez ao dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário